Como muda o Colégio de Cardeais em 2018?

Segundo o ACI Digital (11/01/2018), o Colégio Cardinalício tem atualmente 120 cardeais com menos de 80 anos de idade e, por isso, com direito a votar em um eventual conclave para eleger o Papa.

Neste ano, seis cardeais eleitores chegarão a esse limite de idade e já não poderão participar das próximas eleições do Sucessor de São Pedro.

Entre ele, o Cardeal Antonio Maria Vegliò, Presidente emérito do Pontifício Conselho para os Migrantes e Itinerantes, que deixará de votar em 6 de fevereiro. O Purpurado foi eleito cardeal por Bento XVI, no consistório de 18 de fevereiro de 2012 e participou do conclave no qual o Papa Francisco foi eleito.

Em 20 de fevereiro, o Cardeal Paolo Romeo, Arcebispo Emérito de Palermo (Itália), completará 80 anos. Também foi criado cardeal por Bento XVI, mas no consistório realizado em 20 de novembro de 2010. Ele participou do conclave de 2013.

Em 6 de março, o Cardeal Francesco Coccopalmerio, presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos, completará 80 anos. O Purpurado faz parte do Colégio Cardinalício desde 18 de fevereiro de 2012 e também participou do conclave de 2013.

Em 29 de março, o Cardeal Manuel Monteiro de Castro, Penitenciário-mor Emérito, deixará de exercer o seu voto. Como os cardeais Vegliò e Coccopalmerio, foi criado cardeal por Bento XVI em 18 de fevereiro de 2012 e participou do conclave de março de 2013.

Em 1º de abril, o Cardeal Pierre Nguyen Van Nhon, Arcebispo de Hanói (Vietnã), completará 80 anos. O Purpurado vietnamita foi criado cardeal pelo Papa Francisco em 14 de fevereiro de 2015.

O último purpurado que completará 80 anos em 2018 será o Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, eleito cardeal por Bento XVI no consistório realizado em 20 de novembro de 2010. Participou do conclave de 2013.

Deste modo, em junho deste ano, haverá 114 cardeais eleitores, seis purpurados a menos do que o limite máximo estabelecido pelo Beato Papa Paulo VI e confirmado por seus sucessores.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticias/como-muda-o-colegio-de-cardeais-em-2018-97280/

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.