CNBB rechaça campanha espanhola que relaciona o preservativo e a Eucaristia

Imagem da
campanha denunciada pela CNBB que diz: “Bendita a camisinha que tira a
AIDS do mundo”.

BRASILIA,
22 Dez. 10 / 04:59 pm (ACI).- A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)
divulgou nesta terça-feira, 21, uma nota de repúdio à campanha de incentivo ao
uso de preservativos
lançada na Espanha, que teve repercussões no Brasil, relacionando a camisinha à
Hóstia
Consagrada. Segundo os bispos brasileiros, a atitude é um “desrespeito à Eucaristia“,
e “fere profundamente os sentimentos religiosos dos católicos”. A
nota dos prelados da CNBB, esclarece também que “a preocupação em evitar a
propagação da Aids (SIDA)
não justifica iniciativas dessa natureza”.

“Em face à campanha lançada pelas Juventudes Socialistas de Andalucía (JSA), na
Espanha, incentivando o uso de preservativos e, ao mesmo tempo, relacionando a
camisinha à hóstia consagrada que, de acordo com a fé católica, é
verdadeiramente o Corpo de Cristo (cf. Mc 14,12-16.22-26), a Conferência
Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, fiel à sua missão, considera-se no dever
de se manifestar junto às Autoridades espanholas para expressar-lhes
perplexidade e repúdio a esse grande desrespeito à Eucaristia que é o centro e
o ápice da vida da Igreja católica“.
“Não podemos silenciar diante dessa grande ofensa que fere profundamente os
sentimentos religiosos dos católicos”, assevera nota da CNBB assinada pelo seu
presidente, Dom Geraldo Lyrio Rocha e também pelos bispos Dom Luiz Soares
Vieira e Dom Dimas Lara Barbosa, respectivamente, vice-presidente e secretário
geral da entidade.

“A preocupação em evitar a propagação da Aids (SIDA) não justifica iniciativas
dessa natureza. Essa Campanha, que repercutiu também aqui no Brasil, manifesta
uma atitude preconceituosa, inadequada e ofensiva à nossa fé”, destacam os
bispos brasileiros.

“No âmbito de suas atribuições e responsabilidades, a CNBB deseja contribuir
para que o homem e a mulher cresçam no diálogo, no respeito à liberdade, na
defesa da vida, na promoção dos direitos humanos e na conquista dos verdadeiros
valores que os tornem felizes conforme os planos de Deus”, conclui a nota da
Conferência Episcopal brasileira. 

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.