Chile: bispos fazem apelo em prol dos anciãos do país

Santiago do Chile – Em vista do discurso à Nação nesta segunda-feira do Presidente Sebastian Piñera, os bispos chilenos escreveram uma carta para pedir ao Chefe de Estado que enfrente a chamada “catástrofe humanitária” que atinge os anciãos indigentes no país. A missiva assinada pelo Bispo de Temuco, Dom Manuel Camilo Vial, Presidente da Caritas chilena, recorda que no Chile “mais de 550 mil anciãos vivem com menos de 100 euros ao mês”. O prelado chama ainda a atenção sobre a falta de estruturas de apoio às pessoas não autossuficientes.

“No momento atual – denuncia – com exceção de uma estrutura em Punta Arenas, não existe uma só casa de repouso pública”. Das 36 mil pessoas anciãs vulneráveis em situação de dependência grave ou média, somente 9 mil tem um lugar para dormir em uma casa de repouso, enquanto das 128 mil com uma situação de menor dependência ou autossuficiência, necessitadas de ajuda, somente 19 mil se beneficiam de programas de assistência pública ou privada.

Os anciãos mais indigentes podem, portanto, contar somente com as ajudas das organizações beneficentes como a Caritas, Hogar de Cristo ou a Fundação Las Rosas, que, todavia – evidencia a carta – encontram sempre mais dificuldade em suportar os elevados custos e não conseguem responder a todas as necessidades.

Para os bispos se trata de uma “catástrofe humanitária invisível”, mas destinada, muito cedo, a explodir e que requer medidas urgentes por parte da política”, afirmam.

O desejo dos prelados chilenos é que no discurso presidencial desta segunda-feira, os anciãos não sejam mais uma vez esquecidos e que o quanto antes seja aprovada uma nova política que “tutele os seus direitos e conceda a eles as condições mínimas para poderem envelhecer com dignidade”. (SP)

Fonte: Rádio Vaticano

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.