Carmelita brasileira rumo ao Altares

Biografia da Serva de Deus Madre Tereza Margarida “Nossa Mãe”

BRASILIA, sábado 03 de março de 2012 (ZENIT.org) – Publicamos para os nossos leitores uma breve biografia da Serva de Deus Madre Tereza Margarida, cujo Processo de Canonização começará oficialmente amanhã, retirada do site oficial da Diocese de Campanha, MG.

Madre Tereza Margarida do Coração de Maria, cujo nome de batismo era Maria Luíza, nasceu em 24 de dezembro de 1915 na cidade de Borda da Mata, no estado de Minas Gerais, no Brasil, a quinta filha de Francisco Marques da Costa Júnior e D. Mariana Resende Costa. Foi batizada na igreja de Nossa Senhora do Carmo em 10 de fevereiro de 1916.

Lendo as obras de Santa Teresinha e Beata Elisabeth da Trindade, durante um retiro espiritual, nasceu sua vocação para a vida de clausura.

Ingressou primeiramente no Carmelo de Mogi das Cruzes/SP, no 29 de maio de 1937.

Ao receber o hábito de noviça escolheu o nome de Tereza Margarida do Coração de Maria. Emitiu os votos solenes no dia 2 de fevereiro de 1942.

O Carmelo de Mogi das Cruzes era úmido demais, o que prejudicava a saúde das irmãs. A comunidade transferiu-se, então, para um novo Carmelo especialmente construído em Aparecida/SP, Carmelo Santa Teresinha.

Depois de algum tempo, diversos bispos pediram ao Carmelo de Aparecida a fundação de um novo Carmelo em suas dioceses. Entre estes estava o pedido insistente do Mons. João Rabelo de Mesquita, Vigário Geral da Diocese de Campanha. Irmã Tereza Margarida foi indicada e proposta para tal missão.

O mosteiro tornou-se cada vez mais um ponto de referência para os fiéis da região. Muitos procuravam a Nossa Mãe para pedir conselhos, orientação espiritual e ajuda. Logo as pessoas, como sinal de veneração e afeto começaram a chamá-la de Nossa Mãe.

Após um período de doença, adormeceu no Senhor, no dia 14 de novembro de 2005.

O carisma que a tornou conhecida na cidade, na diocese, e muito confiável ao povo de Deus, foi a sua capacidade de ouvir e aconselhar.

Devido à fama de santidade e de graças alcançadas por sua intercessão, o Bispo da Diocese da Campanha, Dom Diamantino Prata de Carvalho, de acordo com a Comunidade do Carmelo São José, introduziu em Roma o pedido para abertura do Processo de Beatificação, cujo Postulador é o Dr. Paolo Vilotta.

Chegando a resposta afirmativa de Roma, o Tribunal Eclesiástico foi constituído.

Pedimos comunicar todas as graças alcançadas pela intercessão de “Nossa Mãe” ao seguinte endereço:

Carmelo São José

Rua Amazonas, 40 – Bairro Santa Inês

Cep.: 37.190-000 – Três Pontas/MG

E-mail: carmelo3pontas@tpnet.psi.br

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.