Cardeal Tauran visita Paquistão em plena polêmica por Asia Bibi

Sua
presença “representa um grande incentivo para os cristãos”, afirma bispo

ISLAMABAD,
quinta-feira, 25 de novembro de 2010 (ZENIT.org) – O cardeal Jean-Louis Tauran, presidente do
Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-Religioso, está visitando hoje o
Paquistão, em uma viagem programada há algum tempo, mas que, no entanto,
acontece em plena polêmica pelo caso de Asia Bibi, condenada à forca por
supostamente “blasfemar” contra Maomé.

A agência
vaticana Fides comunica a
informação e sublinha a coincidência da visita com a difícil situação civil e
política provocada a partir da condenação e do posterior anúncio de insulto por
parte do presidente do país, Asif Alí Zardari.

“A
visita do cardeal Jean-Luis Tauran representa um grande incentivo para os
cristãos do Paquistão: ele chega em um momento difícil, no qual se registram
crescentes tensões sociais e religiosas, pelo caso de Asia Bibi e por outras
razões”, afirma Dom Lawrence Saldanha, arcebispo de Lahore e presidente da
Conferência Episcopal do Paquistão, em declarações a Fides.

O prelado
demonstra sua preocupação “pelo clima de crescente intolerância. A tensão
se elevou, acontecem manifestações constantes de grupos islâmicos radicais que
querem intensificar a polarização social e religiosa”.

“Esperamos
que a visita do cardeal Tauran possa servir para serenar as pessoas e
contribuir para a solução do caso de Asia Bibi”, afirma Dom Saldanha.

A Igreja
pede que, ao invés de conceder-lhe o indulto (o que supõe a admissão de
culpabilidade), Asia Bibi seja julgada novamente para demonstrar sua inocência.
“É a única forma de fazer que os protestos parem”, explica o prelado.

Os cristãos
pedem também a derrogação – ou, pelo menos, a revisão – da lei antiblasfêmia,
que castiga com severíssimas penas qualquer ofensa ao Islã e que está
provocando abusos e discriminações contra os cristãos. Pede-se, entre outras
coisas, a exigência de provas mais concluintes para demonstrar a culpabilidade
do acusado.

Está
previsto que o cardeal Tauran se encontre hoje com as autoridades civis e
religiosas do país, entre elas o ministro para as Minorias Religiosas, Shahbaz
Bhatti, e o próprio presidente do país, Zardari.

Entre hoje
e amanhã, o prelado tem vários encontros programados com as comunidades e
bispos católicos do Paquistão, além de um encontro inter-religioso.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.