Campanha Direito a Viver entrega 300 chupetas para nova ministra da Saúde espanhola

As 300 chupetas que representam o número de crianças que não nascem diariamente na Espanha devido ao aborto

Madri (Segunda-feira, 09-01-2012, Gaudium Press) A iniciativa espanhola Direito a Viver entregou no último dia 4 de janeiro 300 chupetas para a nova ministra de Saúde, Serviços Sociais e Igualdade da Espanha, Ana Matos. As chupetas recordam simbolicamente o número de bebês que não nascem na Espanha diariamente por causa do aborto.

O pacote contendo as chupetas continha também uma carta assinada pelo rei mago Gaspar, que recordava a ministra sua “responsabilidade muito grande”, porque, em boa medida, em suas mãos está “derrogar o aborto” no país.

O hierarca Gaspar também lhe disse na missiva que se alegrou muito ao ouvi-la “falar meses atrás dizendo que o aborto é uma tragédia para as mulheres e um fracasso para toda a sociedade”.

Por fim, dirigindo-se especialmente a ministra, o mago Gaspar disse: “Ana, pense sobre isso. A Cada quatro minutos, uma nova vida é segada: a cada quatro minutos, uma nova ilusão é destruída; a cada quatro minutos, uma nova esperança para o mundo é aniquilada. Por isso, quanto mais se retarda a necessária ação política para combater esta lacra, maior é a responsabilidade”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.