Brasil: Senado homenageia Campanha da Fraternidade

Evento da Igreja discute o tema da vida no planeta

SÃO PAULO, terça-feira, 15 de março de 2011 (ZENIT.org) – O Senado brasileiro prestou nesta terça-feira uma homenagem à Campanha da Fraternidade (CF) da Igreja no país, que neste tempo de Quaresma coloca em discussão o tema da vida no planeta.

Doze senadores e a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, discursaram durante a sessão especial.

A requerente da sessão, senadora Ana Rita, parabenizou a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) pela iniciativa de colocar em pauta o tema do ‘aquecimento global e mudanças climáticas’.

O representante da CNBB na solenidade, o arcebispo de São Luís, Dom José Belisário da Silva, agradeceu a homenagem do Senado Federal.

Ele lembrou que a Campanha “vem se constituindo num grande projeto de evangelização da Igreja no Brasil desde 1964”.

Segundo o arcebispo, a CF “tem prestado relevantes serviços à sociedade, pois ao longo de sua história, tem abordado temas de grande relevância, visando mobilizar pessoas, entidades e poderes públicos, em torno de uma realidade a ser transformada em prol da vida de todos”.

Participaram também da sessão o bispo de Roraima, Dom Roque Paloschi; o secretário executivo da Campanha da Fraternidade, padre Luiz Carlos Dias; e o assessor político da CNBB, padre José Hernanne Pinheiro.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.