“Boom” de peregrinos na Terra Santa em 2010

Segundo o Patriarcado Latino de Jerusalém
Jerusalém, sexta-feira, 24 de dezembro de 2010 (ZENIT.org) – “Boom” de peregrinos na Terra Santa em 2010: esta foi a expressão utilizada pelo próprio Patriarcado Latino de Jerusalém em seu site.

De fato, este ano registrou recordes no número de turistas. Até o final de novembro, mais de três milhões de pessoas visitaram Israel e os Lugares Santos das três religiões monoteístas, superando amplamente o número total do ano passado.
 
Neste momento, as ruas de Belém estão ficando lotadas de peregrinos. No total, durante estes dias de Natal, a cidade onde Jesus nasceu espera atrair cerca de 90 mil visitantes. Hotéis e pensões estão cheios. Já foram superados os números do ano 2000, os do Jubileu e os da visita de João Paulo II à Terra Santa, que havia batido os recordes anteriores.
Os visitantes procedem dos EUA (500 mil), Rússia (400 mil), França (260 mil), Grã-Bretanha (170 mil), Alemanha (146 mil) e Itália (121 mil), segundo informa o Patriarcado, que refere dados oficiais do governo israelense.
Os cristãos representam a maior parcela dos visitantes (54%), seguido pelos judeus (39%).
 
Jerusalém e Galiléia são os dois polos de atração mais importantes. Quanto aos Lugares Santos, o Muro das Lamentações fica em primeiro lugar (74% dos visitantes), seguido pelo Bairro Judaico de Jerusalém (66%), o Santo Sepulcro (53%) e a Via Dolorosa (51%).

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.