Bispo espanhol prega a “cura” da homossexualidade

No site da diocese de Alcalá de Henares, cidade com 200 mil habitantes a 30 quilômetros de Madri), o monsenhor Juan Antonio Reig Pla publica cartas de pessoas que contam seus sua experiência de AMS. AMS, segundo explica o site, significa “atração sexual pelo mesmo sexo”. Estas pessoas, que tinham “o assim chamado estilo de vida gay” iniciaram e “perseveraram”, sempre segundo o site da diocese, “nos itinerários de liberdade e esperança”. Para que se tenha uma idéia do que podem ser os “itinerários de liberdade e esperança” há um link para o Departamento de Medicina Preventiva da Universidade de Navarra, que pertence ao Opus Dei, no qual há artigos como “A homossexualidade pode ser modificada” e “A discrepância de cientistas sobre a homossexualidade”. Há quatro cartas, das cerca de 20 que, segundo afirmam no site, foram recebidas pelo monsenhor Reig.  Em uma delas, uma universitária de 22 anos conta como foi “tormentoso cair na homossexualidade” e conta sua “experiência de vida infernal”. Um homem de 29 anos conta que “graças a defesa incondicional e valente (de monsenhor Reig) ele se “liberou do inferno da vida gay”.

Outro jovem,este de 18 anos, diz que se une à missão de propagar a informação para “que se conheça a mentira gay, que se saiba que é possível mudar e que há esperança para todos que não querem uma vida de sofrimento”. Estas cartas foram publicadas como resposta à polêmica surgida durante a missa da Semana Santa, na qual o bispo disse em seu sermão que “desde pequenos, há pessoas que não são bem orientadas na sexualidade humana e têm atração sexual pelo mesmo sexo”. Depois disso, Reig Pla afirmou, em uma entrevista, que “o problema pode ser solucionado com terapias apropriadas especialmente se a prática de atos homossexuais não se enraizaram”.

Fonte:

http://oglobo.globo.com/blogs/lafora/posts/2012/04/25/bispo-espanhol-prega-cura-da-homossexualidade-441910.asp

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.