Bioética: debates devem gerar ações de mudança

O encontro reuniu estudiosos e profissionais de diversas áreas para debater assuntos relacionados com a bioética e a família

Um momento de debate para se informar e formar. A 2ª Jornada de Bioética promovida pela Associação de Médicos Católicos da Diocese de Lorena e o Grupo de Pesquisa em Ética do Centro Universitário Salesiano de Lorena (UNISAL) trouxe para o mesmo cenário, estudiosos, juristas, profissionais da saúde e agentes de pastoral para abordar os riscos aos quais a família está exposta hoje.

“Estamos todos envolvidos, religiosos, acadêmicos, médicos. É bom que saiamos mesmo desse encontro incomodados de modo que isso gere em nossos corações ações para que esta realidade seja mudada”, disse padre Hamilton Nascimento. O encontro começou no sábado, 17, e terminou oficialmente com a Missa celebrada pelo Bispo de Lorena, Dom Benedito Beni, na Catedral de Nossa Senhora da Piedade, no domingo, 18, às 18h.

Para a dentista Barbara de Souza Rocha, o evento foi uma oportunidade para tocar em temas delicados, tendo como referência o ponto de vista de estudiosos que estão de acordo com o posicionamento da Igreja.

“Isso é importante para que no cotidiano, em nossas posições, possamos orientar quem nos procura de forma correta. Abrindo, assim, nossa mente para aquilo que está no mundo, sem nos fecharmos para nossas experiências pessoais, podemos tocando em algo maior. Estando mais esclarecidos temos a consciência mais estabelecida do que é real e unindo isso aos nossos valores para viver de uma forma mais justa e melhor”, salienta a dentista.

“Tinha o interesse de participar desse encontro pois ele vinha abordar temas polêmicos com a apresentação de pessoas com grande conhecimento. Ao final deste encontro pude aprender muita coisa e me responsabilizando diante de tudo isso”, completa a médica Márcia Mayumi.

O estudante de direito Anderson Carlos Barbosa ressalta ainda a importância de encontros como esse que reúne profissionais e estudiosos de diversas áreas, bem como políticos, para abrir para o diálogo junto aos leigos. “O mais importante em encontros como esse é a oportunidade de colocar tais temas em debate para formar e informar todos os alunos e a comunidade”, afirma.
 
A médica Elizabeth Kipman Cerqueira, a advogada Ana Paula Carvalho de Azevedo e o deputado federal Eros Biondini estiveram presentes nos debates
Lutando pela preservação de valores

Padre Hamilton salienta que a Igreja deve usar todos os meios de comunicação possíveis para transmitir a verdade, aperfeiçoando sempre mais sua linguagem para atrair cada vez mais pessoas.

O professor Felipe Aquino, apresentador do Programa Escola da fé, da Canção Nova, por sua vez, destaca que a televisão ainda é o meio de comunicação que atinge o maior número de pessoas das diferentes classes sociais e com diferente formação cultural. Mas ele acrescenta que para defender os valores primordiais, os cristãos devem se unir, criar realmente uma frente de batalha.

Para os especialistas, respeitar um ponto de vista diferente não é deixar de lado os próprios valores, mas dizer aquilo que é preciso, com coerência e bons argumentos.

“Dignidade humana e valores humanos dependem muito mais de conceitos claros do que palavras escolhidas a dedo para expressa-los. Não é preciso ficar sempre com uma regra milimétrica medindo palavras adequadas para agradar ouvidos de quem quer ouvir esta ou aquela palavra e não aquela ideia sólida com raízes profundas”, ressalta o professor mestre Marcius Nahur.

***
por Nicole Melhado
Canção Nova notícias

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.