Bento XVI se preocupa com os jovens que não acham seu caminho

Vaticano, 05 Set. 11 / 10:54 am (ACI) O P. Eric Jacquinet, Responsável pela Seção de Jovens do Pontifício Conselho para os Leigos, afirmou que o Papa Bento XVI se preocupa “pelos jovens que precisam encontrar seu caminho” e nesse sentido os convida a participar da Igreja, como foi a Jornada Mundial da Juventude Madrid 2011 (JMJ).

“Vejo muitos jovens perdidos e os ‘indignados’ são o testemunho disso. Enfrentamos uma grave crise econômica e moral na Espanha e em outros países e devemos nos juntar para ver como seguir adiante. Este é o fundo da proposta do Santo Padre” em atos como a JMJ, afirmou o sacerdote que velou desde o Vaticano pelo êxito do evento mundial realizado na Espanha.

Em entrevista difundida na sexta-feira passada pelo jornal La Razón, o sacerdote também disse que “uma das grandes preocupações de Bento XVI é a falta de Deus no ambiente europeu. Este drama é a causa de todos os males da sociedade na Europa”.

“O problema da Espanha não é só o desemprego, é um problema de sociedade”, afirmou o Pe. Jacquinet e disse que “quando se lê a história dos últimos 20 séculos dos países europeus, vê-se que a acolhida do Evangelho contribuiu ao crescimento social, cultural e também econômico”.

“Há um mapa do cristianismo e um mapa dos países desenvolvidos que se sobrepõem. O Evangelho é uma ferramenta de desenvolvimento econômico e cultural da sociedade”, assegurou.

Finalmente, o sacerdote disse que as JMJ são, como afirmou João Paulo II, “um encontro com Cristo na Igreja”, e que ajudaram ao crescimento das vocações religiosas. “Muitos sacerdotes dizem que para eles participar de uma JMJ foi uma etapa importante em seu processo de decisão”, assinalou.

A entrevista completa ao jornal espanhol pode ser vista no link:
http://www.larazon.es/noticia/9251-o-evangelho-é-uma-ferramenta-de-desenvolvimento-economico-e-cultural

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.