Bento XVI pede redescoberta da “beleza de ser batizado”

Pontífice
convida ainda a promover a formação e educação cristã das crianças

CIDADE DO
VATICANO, domingo, 9 de janeiro de 2011 (ZENIT.org) – O Papa pediu aos católicos que promovam uma
redescoberta da beleza de ser batizados.

O pontífice
falou neste domingo, ao rezar o Angelus com os peregrinos na praça de São
Pedro.

O Papa
recordou, no dia que a Igreja celebra esta festividade, que o Batismo do Senhor
evidencia que Jesus “é realmente o Messias, o Filho do Altíssimo, que, saindo
das águas do Jordão, restabelece a regeneração no Espírito e abre, a todos que
o querem, a possibilidade de se tornar filhos de Deus”.

“Não por
acaso, de fato, cada batizado adquire o caráter de filho a partir do nome
cristão, sinal inconfundível de que o Espírito Santo faz nascer ‘de novo’ o
homem, a partir do seio da Igreja.”

Segundo
Bento XVI, o Batismo “é o início da vida espiritual, que encontra sua plenitude
por meio da Igreja”.

O pontífice
chamou a atenção para a necessidade dos pais e padrinhos comprometerem-se a
promover a formação e educação cristã das crianças.

“É esta uma
grande responsabilidade, que deriva de um grande dom”, disse.

“Gostaria
de encorajar todos os fiéis a redescobrir a beleza de ser batizados e pertencer
à grande família de Deus e a dar testemunho alegre da própria fé, a fim de que
esta gere frutos de bem e de concórdia”, afirmou o Papa.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.