Bento XVI diz que universidades católicas devem ser “especialistas em humanidade”

Cidade do Vaticano (Segunda-feira, 23-05-2010, Gaudium Press) “O horizonte que anima o trabalho universitário pode e deve ser a paixão autêntica para o homem”, afirmou o Santo Padre no sábado aos professores da Universidade Católica do Sagrado Coração, recebidos em audiência por ocasião do 90º aniversário de fundação da universidade.

No mundo de hoje, em um âmbito tecnológico e econômico desenvolvido “se encontra uma tendência a reduzir o horizonte humano ao nível daquilo que é mensurável, a eliminar do saber sistemático e crítico a fundamental questão do sentido”, declarou Bento XVI. Por isto a religião é posta fora dos espaços da racionalidade. Neste contexto, segundo o Papa é necessário afirmar o significado das universidades católicas, que devem ser “especialistas em humanidade” – promotoras de humanismo autêntico. “Porque a vocação originária da universidade é obediência à verdade e serviço à humanidade”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.