Bem comum, fundamento da vida social e política

Mensagem papal à 1ª Semana Social da Igreja na Moldávia

CHISINAU, segunda-feira, 17 de outubro de 2011 (ZENIT.org) – Bento XVI destacou o trabalho pelo bem comum como critério fundamental da vida social e política, em sua mensagem aos participantes da 1ª Semana Social Católica na Moldávia, concluída na última sexta-feira, em Chisinau.

No texto, o Pontífice faz votos por que o evento favoreça um “compromisso crescente e generoso” com a promoção dos valores universais como a justiça e a solidariedade no respeito aos direitos da pessoa, informou a Rádio Vaticano.

Mais de 100 católicos procedentes de toda Moldávia, inclusive representantes do governo e de outras igrejas cristãs, participaram do evento.

A primeira edição da Semana Social da Igreja Católica local foi realizada na capital da República Moldava, com o tema “A valentia de crescer ao lado dos últimos”.

Como explicou o titular da única diocese católica do país (subdividida em 13 paróquias), Dom Anton Cosa, “escolhemos este título porque reflete a nossa condição de Igreja minoritária no país, mas também porque, sobretudo, sentimos a vocação de crescer junto aos que não têm nada, aos que se sentem excluídos da sociedade, aos que são privados de sua dignidade e humanidade”.

“Estar ao lado dos últimos não nos exime, no entanto, de contribuir para o crescimento da sociedade moldava, inclusive é necessário que, junto à ajuda material e espiritual que pretendemos levar a todos, especialmente aos mais pobres, cresça, na Igreja moldava, também a diaconia social, que permitirá que todos os nossos fiéis se sintam responsáveis e protagonistas na construção do bem comum de toda a nação”, acrescentou o prelado.

De fato, esta Semana Social teve como objetivo debater sobre a contribuição que a pequena, mas ativa comunidade católica pode dar à sociedade moldava, segundo um comunicado de imprensa difundido pelo Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE).

O encontro, que concluiu na última sexta-feira com a Celebração Eucarística na catedral de Chisinau, desenvolveu-se em torno de três dias temáticos.

O tema da terça-feira, dia 11, foi “O compromisso social dos católicos na Moldávia”; o da quarta-feira foi “A pobreza e os pobres”; e o da quinta-feira, “O compromisso dos leigos na economia e na sociedade”.

Para destacar o vínculo com iniciativas similares organizadas na Europa, os respectivos temas foram introduzidos por três representantes de outras Semanas Sociais na Europa.

Os expoentes foram Dom Arrigo Miglio, bispo de Ivrea e presidente das Semanas Sociais na Itália; o doutor Jean-Pierre Rosa, delegado das Semanas Sociais da França; e Dom Giampaolo Crepaldi, bispo de Trieste e presidente da Comissão Social da CCEE, Caritas in Veritate.

Dom Crepaldi e o vice-secretário do organismo, o sacerdote húngaro Ferenc Janka, representaram O CCEE em Chisinau. Com sua presença, quiserem testemunhar a importância que o episcopado europeu dá à iniciativa.

O evento foi definido pelo bispo português Duarte da Cunha, secretário-geral do CCEE, como “um ginásio e um modelo para numerosas igrejas de minoria que querem dedicar-se muito mais a esta particular forma de diaconia social, um sinal e um convite para todas as realidades católicas, para que, seguindo este exemplo, não se desanimem jamais pelas dificuldades quando se trata da caridade e do anúncio do Evangelho”.

Segundo a mensagem papal, assinada pelo secretário de Estado vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, Bento XVI espera que estes “dias de estudo e encontro” despertem no país “uma fervente esperança e uma ardente caridade”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.