Bebê de 14 dias aparece vivo entre escombros 46 horas depois de terremoto na Turquia

Ercis, 25 Out. 11 (ACI/Europa Press) – Uma menina de apenas 14 dias foi resgatada com vida entre os escombros de sua casa 46 horas depois do terremoto de 7,2 graus que sacudiu no domingo passado o sudeste da Turquia e que causou, segundo os últimos dados oficiais, pelo menos 366 mortos, conforme pôde comprovar Reuters.

A menina estava nos braços de sua mãe, que também sobreviveu mas seguia soterrada entre os restos de seu apartamento. Os resgatadores encontraram a mãe, que abraçava a bebê contra seu peito, e à avó, que também estava viva. Ainda se desconhece o paradeiro do pai da menina, que também estava no edifício no momento do terremoto.

“Estou emocionada, é tudo o que posso dizer, que Deus as proteja”, afirmou à Reuters a outra avó, Sevim Yigit, com os olhos cheios de lágrimas. A menina se chama Azra e nasceu há apenas duas semanas, explicou a avó.

As numerosas pessoas que se reuniram no lugar começaram a aplaudir depois de que um dos operativos do resgate saísse ao exterior com a menina entre seus braços. Posteriormente, os familiares do bebê lhe rodearam no momento em que a depositava em uma ambulância.

A família tinha ficado soterrada depois de que um edifício colapsasse por causa do terremoto. “Levamos 48 horas esperando”, declarou um adolescente cuja mãe segue desaparecida. “Espero que minha mãe e minha tia sejam resgatadas também”, acrescentou.

A contagem de vítimas do terremoto de 7,2 graus deste domingo na província de Van, no sudeste da Turquia, elevou-se a 366 mortos e 1.301 feridos, conforme informou esta terça-feira a Administração de Desastres e Emergências em um comunicado.

A mesma fonte indicou que 2.262 edifícios caíram por causa do sismo, que sacudiu no domingo pela tarde várias cidades e aldeias próximas ao Lago Van, o mais extenso da Turquia próximo da fronteira com o Irã.

O anterior balanço oficial de vítimas mortais era de 279. A maioria dos edifícios vieram abaixo em Ercis, uma cidade de 100.000 habitantes. Segundo as autoridades, muitas pessoas seguem desaparecidas.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.