Austrália: afastado bispo que apoia sacerdócio feminino

Papa nomeia administrador apostólico para Toowoomba

TOOWOOMBA, terça-feira, 3 de maio de 2011 (ZENIT.org) – Bento XVI afastou ontem o bispo emérito de William Morris, de 67 anos de idade, do cuidado pastoral da diocese australiana de Toowoomba.

A nunciatura apostólica australiana anunciou ontem que o Papa retirou Dom Morris do governo da diocese e nomeou o bispo auxiliar de Brisbane, Dom Brian Finnegan, como administrador apostólico de Toowoomba.

Numa carta distribuída durante o fim de semana, Dom Morris disse que “o Papa Bento XVI decidiu que a diocese fosse governada por um novo bispo”.

Ele ressaltou que isso aconteceu como resultado do fato de que “alguns dos que não aprovam a minha liderança” apresentaram “queixas sobre mim, algumas delas por causa da minha carta pastoral do Advento de 2006”.

Entre outras coisas, a carta pastoral sugeria a ordenação ao sacerdócio de mulheres e homens casados ?? como uma solução para a escassez de vocações na diocese.

Dom Morris disse que “isso provocou uma visita apostólica e um contínuo diálogo entre a minha pessoa e a Congregação para os Bispos, para o Culto Divino, para a Doutrina da Fé e, finalmente, o Papa Bento XVI”.

O prelado foi bispo de Toowoomba desde 1993.

Dom Finnegan, o novo administrador apostólico, divulgou uma declaração pastoral na qual se confessava “muito grato à generosa e cordial recepção de Dom Bill Morris, confiando em que a dedicação dos sacerdotes, líderes religiosos e de outros organismos continue e suponham um grande apoio para o meu desempenho”.

“Em toda mudança significativa – acrescentou -, muitas pessoas têm sentimentos, e estes podem ser de raiva e decepção, por um lado, e de paz e esperança, por outro.”

O prelado concluiu: “Espero que cresçamos, independentemente dos sentimentos, no chamado à reconciliação, conversão, perdão, serviço e no desejo do Senhor de que avancemos em direção à plenitude da vida”.

A diocese de Toowoomba tem 65.900 católicos, 50 sacerdotes e 73 religiosos.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.