Aumenta número de ordenações sacerdotais no mundo

Confirma o
Anuário Estatístico da Igreja

CIDADE DO
VATICANO, quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011 (ZENIT.org) – O número de sacerdotes ordenados no mundo
aumentou, enquanto o dos que renunciaram ao exercício do sacerdócio caiu
acentuadamente.

Isto foi
revelado pelo L’Osservatore Romano, antecipando algumas informações do
Annuarium Statisticum Ecclesiae 2009, elaborado a cada ano pelo Escritório
Central de Estatística da Igreja e publicado pela Libreria Editrice Vaticana. O
anuário será apresentado nos próximos dias no Vaticano.

As
estatísticas oficiais mais recentes referem-se a 2009. O número total de
sacerdotes nesse ano era de 410.593, dos quais 275.542 eram membros do clero
diocesano e 135.051, do clero religioso. Em 1999, os números eram de 405.009
sacerdotes, 265.012 dos quais eram diocesanos e 139.997, religiosos.

A
incidência do clero diocesano e do clero religioso não se alterou significativamente:
65% versus 35%, respectivamente, em 1999; 67% e 33%, respectivamente, em 2009.

O número
total de sacerdotes no mundo em 2009, em comparação com 1999 – também informou
L’Osservatore Romano -, experimentou um crescimento de 1,4%, resultante do
aumento de 4% do clero diocesano e uma diminuição de 3,5% do clero religioso.

O
percentual diminuiu na América do Norte (cerca de 7% para o clero diocesano e
21% para o clero religioso), na Europa (9%) e na Oceania (4,6%). Em contraste,
os sacerdotes africanos aumentaram (38,5%), bem como os da Ásia (30,5%) e os
diocesanos da América Central e do Sul.

Em
contrapartida, na África e na Ásia, o clero religioso tem diminuído. A
distribuição por continentes do clero em 2009 ainda se caracteriza por uma forte
predominância de sacerdotes europeus (46,5%), que são cerca de 56% a mais que
os americanos. O clero da Ásia é estimado em 13,5%; da África, em 8,9%; e da
Oceania, em 1,2%.
__________________________

Marine
Soreau

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.