Astrônomo Martin Rees recebe Prêmio Templeton

Reconhece os avanços em temas religiosos

LONDRES, quinta-feira, 7 de abril de 2011 (ZENIT.org) – Neste ano, a Fundação John Templeton premia Martin Rees, cosmólogo e astrofísico britânico.

O Prêmio Templeton reconhece as contribuições excepcionais à afirmação da dimensão da vida espiritual, através do conhecimento, descoberta ou trabalhos práticos.

Em um comunicado de imprensa, a fundação destaca o trabalho Rees, em que grandes questões formuladas – por exemplo, “quão grande é a realidade física?” – estão dando uma nova forma a considerações filosóficas e teológicas que afetam o centro da vida, promovendo o progresso espiritual.

Rees “tem investigado durante décadas as implicações do Big Bang, a natureza dos buracos negros, eventos ocorridos início do universo, as explosões misteriosas dos centros das galáxias, conhecidas como estouros de raios gama”, destaca o comunicado.

O astrofísico declarou que se considera um produto da cultura e ética cristã, “tendo sido educado nas tradições da Igreja Anglicana e estas são os costumes de minha tribo”.

O prêmio será entregue no dia 1º de junho no Palácio de Buckingham.

O Prêmio Templeton foi criado pelo empresário americano John Templeton e quer reconhecer a pesquisa ou avanços em temas espirituais. Receberam a honraria, entre outros, Madre Teresa de Calcutá, Chiara Lubich, Alexander Solzhenitsyn e o Irmão Roger de Taizé.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.