Aspectos Internacionais da Bioética – Parte 4

5. Recursos internacionais para o controle de população
 
De acordo com as recomendações do Relatório Kissinger são investidas grandes somas de recursos para os “Projetos de População” cujo objetivo é reduzir os nascimentos com a utilização de vários métodos e estratégias, inclusive a prática e legalização do aborto. Nos últimos cinco anos foram investidos no Brasil mais de 800 milhões de dólares nesses projetos, muitos deles eufemisticamente denominados de “planejamento familiar”.
 
Vejamos alguns exemplos desses projetos:
a)  Projetos voltados para educação sexual e saúde reprodutiva (que inclui aborto).
 
Doações da Fundação Ford
PROJETO: Doação para a Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) para apoio a pesquisa e programa de treinamento para saúde reprodutiva das mulheres. Duração Junho de 1994-Maio de 1996
Executor – UNICAMP
Execução – 1994 – 1996
Valor em US$ – 672.442
 
PROJETO: Instituto Superior de Estudos de Religião (ISER) para pesquisa e educação pública sobre conduta pastoral do clero católico com relação aos assuntos de reprodução humana. Duração: Agosto de Julho de 1997.
Executor – ISER
Execução – 1995 – 1997
Valor em US$ – 65.000
 
PROJETO: Universidade Estadual de Campinas. Pesquisa e programa de treinamento sobre sexualidade e saúde reprodutiva. 1992-1988
Executor: UNICAMP
Execução – 1992 – 1998
Valor em US$ – 452.380
(Projetos para alteração da legislação (legalização do aborto, da união civil de pessoas do mesmo sexo, e ‘planejamento familiar’ (como direitos)).
 

Doações do FNUAP (Fundo de População da ONU)
PROJETO: Sistema de informação para o Congresso. O projeto torna disponível informações atualizadas sobre iniciativas legais, de textos de proposições legislativas, votação, perfil de parlamentares e outras informações como instrumento para promover mobilização social para assuntos de igualdade e equidade de gênero. Duração do projeto: 1995-97. Orçamento para 1997: $210.000
Executor: Centro Feminista de Pesquisa e Informação
Execução – 1997
Valor em US$ – 210.000
 
PROJETO: Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CFÊMEA) monitoração e educação política dos direitos das mulheres. Duração 1994-98
Executor: CFÊMEA
Execução – 1994 – 1998
Valor em US$ – 323.000
 
PROJETO: Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CFÊMEA). Treinamento e coordenação entre ONGs de mulheres da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México, Peru e América Central. 1996-1998: $62.000
Executor: CFÊMEA
Execução – 1996 – 1998
Valor em US$ – 62.000
 
Recursos da Fundação MacArthur
PROJETO: Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CFÊMEA) para apoio a um programa dirigido a líderes políticos e ao público : 1994-1996
Executor: CFÊMEA
Execução – 1994 – 1996
Valor em US$ – 300.000
 

Projetos para a BENFAM
PROJETO: International Planned Parenthood Federation (IPPF)
Apoio à Sociedade de Bem-Estar Familiar no Brasil (BEMFAM). O programa da BEMFAM é destinado à persuadir o Governo, em todos os níveis, a assumir a responsabilidade pela provisão de planejamento familiar em grande escala em todo o país. Seu esforço contribuiu para as recentes iniciativas do Governo de estabelecer um programa nacional de serviços integrados de saúde, incluindo planejamento familiar e convênios com estados e municípios menos desenvolvidos do Nordeste. Isso levou ao desenvolvimento da alta qualidade e melhor desempenho da eficiência do serviço de partos no setor público. BEMFAM também fornece serviços através de sua rede própria com 12 clínicas, bem como através de clínicas estaduais e municipais, administra programas de informação e educação de grande alcance para o público em geral e grupos de alto risco. Doação da IPPF: 1996 estimativa: $1.773.000; 1997 projetado: $1.573.000.
Executor: BEMFAM – Sociedade Civil de Bem-Estar Familiar
Execução – 1996
Valor em US$ – 1.773.000
 
Projeto: Recursos da Pathfinder International
BEMFAM. Centros de Serviços de Planejamento Familiar no Nordeste. BEMFAM continua a trabalhar com serviços de saúde estaduais e municipais com seus amplos programas de planejamento familiar que são incorporados aos programas de saúde materno-infantis quando também reforça a inserção de DIU. O programa, dirigido aos grandes municípios dos Estados de Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte, torna o DIU, entre outros métodos, mais vantajoso destinado a clientes estrategicamente localizados e reunidos em unidades de saúde em cada município. Quando o método é bem sucedido os serviços são realizados, também, em pequenas municipalidades para alcançar populações rurais carentes. Agência executora: Sociedade Civil de Bem-Estar Familiar (BEMFAM). Duração: Julho de junho de 1996
Executor: BEMFAM – Sociedade Civil de Bem-Estar Familiar
Execução – 1993-1996
Valor em US$ – 795.380
 
Fonte: Inventory of Population Projects in Developing Countries Around the World
Fundo de População da ONU (FNUAP) – 1996
 
6.  Influência dos Meios de Comunicação
Se de um lado os meios de comunicação levam para as comunidades importantes informações e matérias de ilustres pensadores e escritores, outras vezes essas informações estão a serviço de uma ideologia antivida e antifamília.  Muitas vezes essas informações são manipuladas e distorcidas  no que se referem aos aspectos morais e éticos. Particularmente no que se refere às ideologias contrárias a vida e à família. A mídia segue uma orientação determinada por grupos e instituições promotoras da ‘cultura da morte’.
Não é por acaso que notícias são plantadas na imprensa, que novelas e filmes abordam assuntos e ridicularizam valores cristãos, incentivam o sexo livre, a infidelidade conjugal, promovem o homossexualismo, a contracepção, o aborto etc.
Nem sempre assuntos de defesa da vida e dos valores cristãos da família são aceitos, publicados e apresentados pela mídia.
Recursos em dólares são destinados para cooptação de jornalistas, para divulgação de ‘informações’ e publicação de matérias aparentemente neutras e até mesmo para financiar algumas publicações.
 
A título de exemplo vejamos alguns desses recursos:
Agência Feminina de Publicidade Latino-americana (FEMPRESS) (1994). Órgão executor: FEMPRESS. Este projeto é para apoiar a produção de informações sobre questões femininas na América Latina, e a sua disseminação por meio da mídia. Orçamento UNFPA até 1997: USD$198.000 – Fonte: Projetos de População publicados no “Inventory of Population Projects in Developing Countries Around the World – )
 
Projeto: Católicas pelo Direito de Decidir (CDD). Apoio para educação do público e disseminação de valores católicos pelo direito de decidir. 1995-1997
Executor: CDD
Execução – 1995 – 1997
Valor em US$ – 150.000
 
Projeto: Secretariado Executivo da Rede Nacional Feminista de Saúde e Direitos (REDE) para divulgação e debate público sobre saúde reprodutiva e direito. Duração: Setembro de Fevereiro de 1997
Executor: REDE
Execução – 1995 – 1997
Valor em US$ – 100.000
  
Projeto: Para apoio de debate público entre católicos com relação ao aborto. Duração: 1994-1996
Executor: ?
Execução –
Valor em US$ – 75.000
 
Projeto: São Paulo. Preparar e engajar jornalistas para fornecer informações na mass mídia sobre saúde reprodutiva (durante três (3) anos). 1996-1999
Executor: ?
Execução – 1996 –  1999
Valor em US$ – 72.000
 
Projeto: Advocates for Youth
Fortalecimento da mídia para defender o interesse pela Saúde Reprodutiva de Adolescentes no Brasil (outubro de 1994-Março de 1997). Advocates trabalha com GENOS International para criar um plano para adaptação de material de defesa e publicar uma relação de fatos sobre sexualidade na adolescência,. DST E HIV/AIDS entre adolescentes no Brasil, bem como prover treinamento sobre assuntos de defesa para Membros do Conselho de Assessores da Mídia
Executor: ?
Execução – 1994 –  1997
Valor em US$ – 136.031
 
Projeto: FEMPRESS – Agência de Informações Latino-americana da Mulher. O projeto apoia a produção de informação sobre assuntos da mulher na América Latina e sua disseminação através da mídia. Agência executora: FEMPRESS. Orçamento do FNUAP para 1966-1997: $198.000
Executor: FEMPRESS
Execução – 1996 –  1997
Valor em US$ – 198.000
 
Projeto: Treinamento de jornalistas africanos, latino-americanos e caribenhos em assuntos de reportagem sobre população. O projeto ajuda a Inter Press Service em seu esforço para dar ênfase a população nos assuntos relacionados com desenvolvimento. Agência executora: Inter Press Service. Duração do projeto: 1992-1996. Orçamento do FNUAP para 1996: $1.400.000 Executor: Inter Press Service
Execução – 1996
Valor em US$ – 1.400.000
 
Projeto: Treinamento de jornalistas. O projeto ajuda a Inter Press Service em seu esforço para aumentar o nível de conscientização entre comunidades nacionais e internacionais sobre a relação entre população e desenvolvimento sustentável para um aumento do fluxo de informações sobre esses assuntos na África, América Latina e Caribe. Agência executora: Inter Press Service. Duração do projeto: 1996-1997. Orçamento do FNUAP: $575.000
Executor: Inter Press Service
Execução – 1996 – 1997
Valor em US$ – 575.000
 
Projeto: Atividades da mídia. O projeto cobre o custo de produção e distribuição de material audio-visual sobre atividades relacionadas à população destinadas ao público, departamentos de informação dos governos e ONGs e também provê apoio para os serviços da mídia com o objetivo de promover a conscientização dos programas e objetivos do FNUAP em todo o mundo
Executor: FNUAP
Execução – 1996
Valor em US$ – 745.000
 

Fonte: Inventory of Population Projects in Developing Countries Around the World
Fundo de População da ONU (FNUAP) – 1996
 
7. Conclusão
Nem sempre percebemos os motivos que levam destruição da vida e muitos, por desinformação, contribuem para isso.  Outros já perderam o sentido da vida e estão anestesiados pela propaganda dos meios de comunicação, principalmente pela televisão que leva para nossa casa a violência, o sexo, o aborto, a esterilização, o homossexualismo, a desintegração da família através de suas novelas, filmes, programas de auditório e de entrevistas. Muitos desses programas são financiados com vultosos recursos dos que promovem a “cultura da morte”. A família se sente impotente diante desse rolo compressor.
Se queremos assegurar para nossos filhos um mundo melhor do que recebemos devemos reagir a essas investidas dos que querem destruir os valores cristãos da família para isso é importante conhecer as origens dos ataques à vida e à família.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.