Arquidiocese de São Paulo comemora 103 anos de sua criação

SÃO PAULO, 07 Jun. 11 / 04:45 pm (ACI) Nesta terça-feira (7) a Arquidiocese de São Paulo comemora o 103º aniversário de sua criação como sede metropolitana. Em 7 de junho de 1908, por decreto do papa Pio 10º a então Diocese de São Paulo, criada em 1745, foi elevada a Arquidiocese, tendo como primeiro arcebispo Dom Duarte Leopoldo e Silva.

Segundo assinala a nota de hoje (7) da arquidiocese de São Paulo, com a elevação da nova arquidiocese, foram desmembradas as dioceses de Botucatu, Campinas, Taubaté, Ribeirão Preto e São Carlos do Pinhal. Quase um ano antes, já havia sido erigida a Diocese de Campanha, no sul de Minas Gerais. Da Arquidiocese de São Paulo, também nasceram as dioceses de Santos e Sorocaba (1924), Bragança Paulista (1925), Santo André (1954), Aparecida (1958), Mogi das Cruzes (1962), Jundiaí (1966) e Campo Limpo, Osasco, Santo Amaro e São Miguel Paulista (1989).

A história da Igreja Católica em São Paulo está entrelaçada com a história da própria cidade. Segundo a nota da Arquidiocese da capital paulistana, a história começa no Século XVI.
Em 1553, por iniciativa de Tomé de Sousa, governador-geral do Brasil, e com a ajuda do padre Leonardo Nunes, foi fundada uma vila à qual se deu o nome de Santo André da Borda do Campo, povoada desde 1550 por uma população pequena e constantemente ameaçada por ataques da população indígena da região.

Em 1554, alguns sacerdotes jesuítas, liderados por José de Anchieta, vindo das Ilhas Canárias, e pelo português padre Manuel da Nóbrega, subiram a Serra do Mar até o planalto onde construíram um colégio entre os rios Anhangabaú e Tamanduateí, marcando a fundação de São Paulo.

Em 2008, a Igreja Particular de São Paulo celebrou seu centenário. As comemorações culminaram com uma grande celebração que reuniu 30 mil pessoas no Estádio do Pacaembu. A missa solene foi presidida pelo núncio apostólico, dom Lorenzo Baldisseri, e concelebrada por muitos bispos e centenas de padres.

Para mais detalhes sobre a fundação da Arquidiocese e sua história, veja também o link:

http://www.arquidiocesedesaopaulo.org.br/historia/historia_arquidiocese.htm

Para ler a edição especial do jornal Arquidiocesano sobre o centenário da Arquidiocese, acesse:

http://www.arquidiocesedesaopaulo.org.br/centenario/centenario_00.htm

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.