Arcebispo do Rio celebra Missa de sétimo dia pelas vitimas do desabamento no centro

RIO DE JANEIRO, (03/02/2012 – ACI) – Familiares, amigos, autoridades, pessoas que de alguma forma se envolveram com os desastres, compareceram a uma Missa de sétimo dia presidida pelo Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, na Catedral de São Sebastião, por todos os falecidos nos desabamentos dos prédios do centro da cidade.

A Catedral, que fica localizada bem próxima ao local dos desabamentos, ficou cheia. O Arcebispo ressaltou que uma semana é um tempo muito curto para superar todo o sofrimento das famílias.

“Uma semana já se passou e eu creio que ainda não deu tempo de enxugar as lágrimas, principalmente as famílias daqueles que partiram nessa tragédia. (…) Essa missa é um olhar para todos. Para mostrar que a nossa cidade é solidária, fraterna com gente de fé”, disse arcebispo em declarações reunidas pelo portal da Arquidiocese carioca.

No início da celebração, ao convidar os fiéis para rezar pelo descanso das vitimas, Dom Orani recordou também aqueles que se envolveram no salvamento das vitimas e acolhimento das famílias. Concelebraram a Missa, os Bispos Auxiliares do Rio de Janeiro, Dom Nelson Francelino, Dom Antônio Augusto e Dom Pedro Cunha, além de outros sacerdotes.

Durante a Homilia, Dom Orani motivou os presentes a não desanimarem perante as dificuldades. Ele lembrou que Cristo venceu a morte.

“Hoje enquanto Igreja estamos rezando para que essas almas experimentem a paz que vem de Deus e nós cremos que a vida não termina na morte. Devemos olhar para a eternidade e ver que a vida do homem vai além”, afirmou o arcebispo.

Durante o abraço da Paz, Dom Orani fez questão de descer do altar e cumprimentar cada um dos familiares que ocupavam as primeiras filas da Catedral.

A Tragédia no Centro do Rio

Na noite de 25 de janeiro, por volta das 20h 30min, o edifício Liberdade, localizado na Avenida Treze de Maio desmoronou e levou consigo outros dois prédios: uma construção de quatro andares e um edifício comercial com dez pavimentos.

Segundo o último balanço, 17 corpos já foram retirados dos escombros, mas apenas 15 foram identificados. Outras cinco pessoas permanecem desaparecidas.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.