Arcebispo critica jornal jamaicano que divulgou escultura de Cristo nu na Páscoa

KINGSTON, 05 Mai. 11 / 01:21 pm (ACI) O Arcebispo de Kingston (Jamaica), Dom Donald J. Reece de Kingston, criticou o jornal Observer, o principal meio escrito da Jamaica, por ter publicado em sua primeira página do dia de Páscoa a foto de uma escultura que mostra o torso de um homem nu com as genitálias expostas denominada “Corpo e Sangue de Cristo”.

A autora da escultura é a artista local Laura Facey, quem disse ao jornal estar muito contente pela controvérsia.

Dom Reece dirigiu uma carta de protesto ao jornal e explicou que as imagens e o artigo sobre a escultura foram de “mau gosto para a comemoração do dia mais sagrado para os cristãos, a Páscoa”.

“Não posso compreender as razões do Observer para dedicar três páginas completas ao corpo nu de Cristo com uma referência à crença sacrossanta sobre a Eucaristia”, escreveu o Arcebispo na carta de 25 de abril ao editor do diário.

O Arcebispo considerou que o trabalho da artista reflete a falta de respeito crescente da sociedade pelo sagrado.

“Na sociedade ocidental, já nada parece ser sagrado: o sexo já não é sagrado, é agora uma mercadoria, as crenças religiosas ou os objetos já não são considerados sagrados, e o corpo humano é sempre trivializado, e se considera descartável”.

O Arcebispo sugeriu que havia uma dupla moral na falta de respeito pelos símbolos cristãos.
“Pergunto-me se um artista tivesse caricaturado o profeta Maomé ou alguns aspectos do Corão, ele teria apresentado com tanta facilidade e de forma proeminente em seu jornal”, indicou.

Dom Reece lamentou que “o mistério da vida esteja sendo lentamente erodido. Perguntamo-nos sobre os costumes de nossa sociedade … Nós, os adultos temos aberto as portas ao relativismo, à incorreção, e à indecência, o resultado é de longo alcance”.

“A santidade da vida vinculada a um sentido de mistério desparece rapidamente. Os meios de comunicação têm um papel a ser desempenhado neste triste passo?”, questionou.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.