Ângelus: Papa nos convida a sermos misericordiosos como o bom samaritano

ppfrancisco212042013O site ACI (15/07/13) publicou as palavras do Santo Padre que antecederam a oração do Ângelus em Castel Gandolfo neste domingo, as quais o Papa animou a sermos misericordiosos assim como o bom samaritano como relata a famosa parábola.

“Quem era esse homem? –questionou o Papa- Era alguém, que descia de Jerusalém em direção a Jericó na estrada que atravessa o deserto da Judéia. Há pouco, nesta estrada, um homem havia sido atacado por bandidos, roubado, espancado e deixado quase morto. Antes do samaritano, passaram um sacerdote e um levita, ou seja, duas pessoas envolvidas com o culto no Templo do Senhor. Eles veem aquele pobre homem, mas seguem sem parar. Em vez disso, o samaritano, quando viu o homem, ‘teve compaixão’”.

O Papa assinalou que o bom samaritano se aproximou do homem, “enfaixou as feridas, derramando um pouco de azeite e vinho, depois e colocou-o em seu próprio animal e levou-o para uma hospedaria, e pagou para ele o alojamento… Quer dizer, cuidou dele: é o exemplo de amor ao próximo”.

O Santo Padre explicou que Jesus escolheu um samaritano como protagonista desta parábola “por que os samaritanos eram desprezados pelos judeus, por causa de diferentes tradições religiosas”. Entretanto “Jesus faz ver que o coração daquele Samaritano é bom e generoso e que – ao contrário do sacerdote e do levita – ele coloca em prática a vontade de Deus, que quer a misericórdia e não o sacrifício”, destacou.

Por outro lado, o Santo Padre recordou que hoje se cumpre o quarto centenário da morte de São Camilo de Lélis, um homem que “viveu plenamente este Evangelho do bom samaritano”, fundador dos Ministros dos Enfermos, padroeiro dos doentes e dos profissionais de saúde.

“Saúdo com grande afeto a todos os filhos e filhas espirituais de São Camilo, que vivem o seu carisma de caridade no contato diário com os doentes e também aos médicos, aos enfermeiros e àqueles que trabalham em hospitais e asilos… Sejam como ele bons samaritanos!”, exclamou.

Por último, Francisco também saudou os habitantes da “bela cidadezinha” de Castel Gandolfo: “Gostaria de vos agradecer, sobretudo pelas vossas orações, e o mesmo faço com todos vocês peregrinos, que vieram em grande número aqui”.

Fonte: http://www.acidigital.com/noticia.php?id=25708

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.