Ângelus: O Papa Francisco alenta a coerência cotidiana na vida cristã

Francisco_JoaquinPeiroPerez_ACIPrensa_09112014O site ACI/EWTN Noticias publicou nesta segunda-feira (10/11/14) as palavras do Santo Padre ao presidir no domingo a oração do Ângelus na Praça São Pedro, nas quais recordou a festa da Dedicação da Basílica de São João de Latrão, e destacou que pelo Batismo cada cristão se converte em parte do “edifício de Deus”, por isso alentou a ter sempre uma vida cristã coerente.

Segundo a Rádio Vaticano, Francisco assinalou que “a liturgia de hoje recorda a Dedicação da Basílica de Latrão, a catedral de Roma, que por tradição é chamada de ‘a mãe de todas as igrejas da cidade e do mundo’”.

“Com o termo ‘mãe’ não se refere tanto ao edifício sagrado da Basílica, mas à obra do Espírito Santo que neste edifício se manifesta, frutificando através do ministério do Bispo de Roma, em todas as comunidades que permanecem em unidade com a Igreja que ele preside”.

O Papa destacou que “todas as vezes que celebramos a dedicação de uma igreja, nos recordamos de uma verdade essencial: o templo material feito de tijolos é um sinal da Igreja viva e ativa na história, do ‘templo espiritual’, como diz o apóstolo Pedro, onde o próprio Cristo é a ‘pedra viva, rejeitada pelos homens, mas escolhida e preciosa aos olhos de Deus’”.

“Jesus, no Evangelho da liturgia de hoje, falando do templo, revelou uma verdade: o templo de Deus não é apenas o edifício feito de tijolos, mas é seu corpo, feito de pedras vivas”.

O Santo Padre indicou que “em virtude do Batismo, todo cristão faz parte do ‘edifício’ de Deus’, torna-se a Igreja de Deus”.

“O edifício espiritual, a Igreja comunidade dos homens santificados pelo sangue de Cristo e pelo Espírito do Senhor Ressuscitado, pede a cada um de nós para ser coerente com o dom da fé e para percorrer um caminho de testemunho cristão”.

Francisco reconheceu que “não é fácil, todos nós sabemos, a coerência na vida entre a fé e o testemunho; mas devemos ir em frente e realizar em nossas vidas esta coerência cotidiana. ‘Este é um cristão’, não tanto pelo que diz, mas pelo que faz, pelo modo como se comporta”.

“Essa coerência, que nos dá vida, é uma graça do Espírito Santo que devemos pedir”.

O Papa assinalou que “a Igreja, na origem da sua vida e da sua missão no mundo, é uma comunidade constituída para professar a fé em Jesus Cristo Filho de Deus e Redentor da humanidade, uma fé que age por meio da caridade. Estão juntas!”.

“Também hoje a Igreja é chamada a ser no mundo uma comunidade que, radicada em Cristo por meio do Batismo, professa com humildade e coragem a fé Nele, testemunhando esta fé na caridade”.

“Para este fim devem ser ordenados os elementos institucionais, as estruturas e organizações pastorais; para este fim essencial: testemunhar a fé na caridade. A caridade é a expressão da fé e também a fé é a explicação e o fundamento da caridade”.

Francisco também destacou que “a festa de hoje nos convida a meditar sobre a comunhão de todas as Igrejas, desta comunidade cristã que por analogia nos encoraja a empenhar-nos a fim de que a humanidade possa superar as barreiras da inimizade e da indiferença, a construir pontes de compreensão e diálogo, para fazer do mundo inteiro uma família de povos reconciliados entre si, fraterno e solidário”.

“Desta nova humanidade, a própria Igreja é sinal e antecipação quando vive e difunde com seu testemunho o Evangelho, a mensagem de esperança e reconciliação para todas as pessoas”.

“Invoquemos a intercessão de Maria Santíssima, para que nos ajude a sermos, como ela, ‘casa de Deus’, templo vivo de seu amor”, concluiu.

Fonte:http://www.acidigital.com/noticias/o-papa-francisco-alenta-a-coerencia-cotidiana-na-vida-crista-43851/

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.