Amar a Lei de Deus

Os-dez-mandamentos“A maioria das pessoas não faz ideia do que Deus poderia fazer delas se somente elas se colocassem à Sua disposição”. S. Inácio de Loyola

Não há lei melhor que a que Deus no deu. Ele nos criou por amor e para o amor, “para participar de sua vida bem-aventurada” (Cat.§1), nos deu leis sábias e santas para chegarmos a essa felicidade.

Ou será que alguém é melhor do que Deus e pode nos dar leis e preceitos melhor para viver? Não. Ninguém é melhor do que Deus; ninguém é mais sábio, douto e santo do que Ele. E mais, ninguém aceitou enfrentar a cruz para nos salvar da morte eterna. “Ninguém te ama como EU!”

Por isso, ninguém é feliz se não viver as Suas leis, e a razão é simples: ele é nosso Criador e nos conhece como ninguém. Com muita sabedoria e fé disse o Dr. Francis Collin, gerente do Projeto Genoma Humano: “O ateísmo é a mais irracional das opções”.

Todo o longo Salmo 118, o mais longo, proclama a beleza da lei de Deus. São 176 versículos glorificando a lei de Deus. Leia e medite em algumas dessas pérolas:

“Felizes aqueles cuja vida é pura, e seguem a lei do Senhor” (v. 1).

“Não serei então confundido, se fixar os olhos nos vossos mandamentos” (v.6)

“Na observância de vossas ordens eu me alegro, muito mais do que em todas as riquezas” (v.14)

“Vossos mandamentos continuam a ser minhas delícias. Eterna é a justiça das Vossas prescrições, dai-me a compreensão delas para que eu viva” (v. 143-144).

“Vossos preceitos são minhas delícias, meus conselheiros são as vossas leis” (v.26).

“Escolhi o caminho da verdade, impus-me os vossos decretos”(v.30).

“O único consolo em minha aflição é que vossa palavra me dá vida” (v.50).

“Mais vale para mim a lei de vossa boca que montes de ouro e prata” (v.72).cpa_sede_santos

“É eterna, Senhor, vossa palavra, tão estável como o céu” (v.89).

“Jamais esquecerei vossos preceitos, porque por eles é que me dais a vida” (v.93).

“Vossos preceitos me fizeram sábio, por isso odeio toda senda iníqua” (v.104).

“Vossa palavra é um facho que ilumina meus passos, uma luz em meu caminho” (v.105).

“Muitas lágrimas correram de meus olhos, por não ver observada a vossa lei” (v.136)

“Apesar da angústia e da tribulação que caíram sobre mim, vossos mandamentos continuam a ser minhas delícias” (v.143).

Por tudo isso é que a Carta aos hebreus diz que:

“A palavra de Deus é viva, eficaz, mais penetrante do que uma espada de dois gumes, e atinge até à divisão da alma e do corpo, das juntas e medulas, e discerne os pensamentos e intenções do coração” (Hb 4,12). E São Paulo diz:

“Por isso também damos graças sem cessar a Deus porque recebestes a palavra de Deus, que de nós ouvistes. Vós a recebestes não como palavra de homens, mas como realmente é: Palavra de Deus, que age eficazmente em vós que crestes” (1 Ts 2,13).

“Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para persuadir, para corrigir e formar na justiça” (2Tm 3,16).

cpa_como_fazer_a_vontade_de_deus“Tal como a chuva e a neve caem do céu e para lá não voltam sem ter regado a terra, sem a ter fecundado, e feito germinar as plantas, sem dar o grão a semear e o pão a comer, assim acontece à palavra que minha boca profere: não volta sem ter produzido seu efeito, sem ter executado a minha vontade e cumprido a sua missão” (Is 55,10).

Nosso mundo moderno e autossuficiente, infelizmente já não precisa mais de Deus; vive como se Deus não existisse, e agora sofre. O Papa Bento XVI disse que o homem moderno construiu um mundo que não tem mais lugar para Deus.

Os homens criaram milhares de leis e muitos códigos de Direito para serem felizes, mas infelizmente não querem obedecer a apenas Dez Mandamentos que o Criador nos deu para nossa felicidade. Se seguissem voluntariamente esses Mandamentos, não seriam necessários tantos códigos de leis e tantos presídios. Mas ninguém pode seguir os Mandamentos de Deus se não amar a Deus.

É a religião que dá base moral a todas as outras atividades. Como disse Dostoiwiski, em “Os Demônios”, “se Deus não existe, então, eu sou deus”. E faço o que eu quero, vivo segundo as “minhas” pobres leis. Esta é hoje a grande ameaça à humanidade: o homem ocupa o lugar de Deus. Como disse João Paulo II; no século XX os falsos profetas se fizeram ouvir.

Deus sabe tudo a nosso respeito; toma conta de tudo, e nos ama. Por isso nos deu leis e mandamentos sábios; seremos insensatos se não as seguirmos. Foi por isso que Jesus, depois de terminar o longo Sermão da Montanha, que os teólogos chamam de “Constituição do Reino de Deus”, deixou bem claro:

“Aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática é semelhante a um homem prudente, que edificou sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e investiram contra aquela casa; ela, porém, não caiu, porque estava edificada na rocha. Mas aquele que ouve as minhas palavras e não as põe em prática é semelhante a um homem insensato, que construiu sua casa na areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e investiram contra aquela casa; ela caiu e grande foi a sua ruína. Quando Jesus terminou o discurso, a multidão ficou impressionada com a sua doutrina” (Mt 7,24-27).
Santo Agostinho disse: “Quando Deus te fascinar, serás livre”.

Prof. Felipe Aquino

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.