Adventus

“(…) ao Rei que vem, ao Senhor que se aproxima” (1)

Estamos no Tempo Litúrgico do Advento. Essa palavra tem origem na língua latina, sendo derivada de “Adventus”, (“chegada”) que por sua vez vem de “Adveniere” (“Chegar a”). Há quem pergunte: Chegada de que? O que se aproxima?

A estas indagações podemos dizer que é chegada “a plenitude dos tempos” (Gl 4, 4), o momento histórico em que o Verbo se fez carne e veio habitar em nosso meio! (Jo 1, 14)

O Advento compreende as quatro semanas que antecedem o Natal do Senhor, sendo um tempo de preparação para a vinda do Messias, ao longo dessas quatro semanas devem aumentar em nós a alegria, a esperança e a caridade para com nossos irmãos.

Com a celebração do Advento a Igreja retoma a esperança da vinda do Cristo Salvador, renovando o desejo de sua vinda definitiva!

“Ao celebrar cada ano a liturgia do Advento, a Igreja atualiza esta espera do Messias: comungando com a longa preparação da primeira vinda do Salvador, os fiéis renovam o ardente desejo de sua Segunda Vinda. Pela celebração da natividade e do martírio do Precursor, a Igreja se une a seu desejo: “É preciso que Ele cresça e que eu diminua”” (Jo 3,30). (CIC § 524) (2)

Um dos principais símbolos do Advento é a Coroa (ou Grinalda), feita de galhos ou ramos verdes, em forma de círculo, onde se colocam quatro velas, cada uma simbolizando um Domingo. Cada vela que é acesa num Domingo do Advento, representando a luz do Cristo, que vai se tornando mais resplandecente a cada dia que se aproxima o Natal.

Ao término dessa preparação, possamos estar prontos a receber o Rei do Universo, que nasce pobre e frágil (Lc 2,10-16ss) a fim de assumir a nossa natureza e redimi-la, nos propiciando o caminho da Salvação(Fl 2,6-11; Hb 4,15).  Que o Cristo nasça a cada dia em nossos corações, tornando nossa vida um constante Advento em preparação ao encontro definitivo com o Pai.

In Caritate Christi,

Por Leandro Martins de Jesus

 
Notas:

1 – Breviário, no Invitatório das Matinas. (Forma breve de ofício divino ou prece da Igreja para uso dos cléricos)

2 – Catecismo da Igreja Católica.

3 – Catequista, Membro da Coordenação do Curso de Teologia para Leigos(as) do Vicariato S. João.

http://www.veritatis.com.br

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.