A Igreja do Evangelho Quadrangular

A
Igreja do Evangelho Quadrangular ou Cruzada Nacional de Evangelização tem por
fundadora a canadense Aimée Semple McPherson, que passou da denominação batista
para a pentecostal. Tinha o dom da oratória, que atraía grande número de
pessoas ao pentecostalismo. Certa noite, quando pregava a respeito da visão de
Ezequiel (1,5-42), teve uma intuição: os quatro animais representariam quatro
títulos de Jesus Cristo; sim, o homem significaria o Salvador; o leão, o
Batizador; o vitelo, o Médico; e a águia, o Rei que voltará. Aimée exclamou
então: “Este é um momento de alta inspiração… É o Evangelho
Quadrangular!”

A
fundadora foi apregoando a sua mensagem, que conseguiu se alastrar pelos
Estados Unidos e no estrangeiro. Quando morreu, em 1944, O filho de Aimée
assumiu a direção do movimento, que já coutava 400 congregações nos Estados
Unidos e 60 em outros países, perfazendo um total de 22 mil membros.

A
nova corrente tem finalidade missionária muito marcante, expressa na seguinte Declaração de Fé da Igreja do Evangelho
Quadrangular: “A igreja (Internacional) do Evangelho Quadrangular é uma
corporação interdenominacional em espírito. Evangélica
na mensagem, internacional no projeto, é composta pela união dos fiéis cristãos
que se congregam para a promoção cio evangelismo no mundo e a pregação do
Evangelho Quadrangular do Reino: Jesus Salvador, Batizador, Médico e Rei que
voltará”.

A
nova denominação foi trazida ao Brasil por Harold Williams e Raymond Boatright
em 1951; começaram a pregar em
São João da Boa Vista (SP), e finalmente se estabeleceram na
capital do Estado em 1954, tendo atraído para si grande número de adeptos,
provenientes das várias denominações protestantes.

Enquanto
não tinha sede própria  em São Paulo, a Cruzada de
Evangelização realizava suas pregações em tendas de lona, o que parecia atrair
mais facilmente o povo, pois tal costume lembrava um circo, ambiente no qual
todos se sentem à vontade.

A pregação da Igreja do Evangelho Quadrangular é simples,
procurando evitar o exagero de manifestações emocionais. A Igreja tem  suas obras assistênciais , que dão auxílio
econômico e ajudam a obter empregos.

A Igreja do Evangelho Quadrangular pertence ao esquema dos
reavivamentos pentecostais protestantes. O declínio do entusiasmo inicial de
uma comunidade provoca o descontentamento de alguns de seus membros, que
resolvem fazer o reavivamento respectivo. Também a Cruzada Nacional de
Evangelização é urna réplica à perda de fervor de uma denominação matriz. Mas,
por sua vez, ela entrou na condição de declínio, que provocou a formação de uma
dissidência “mais fervorosa e viva”, que foi a Igreja de Cristo
Jesus. O fundador desta assim justifica a sua dissidência em 1958:

“Primeiro, a tolerância excessiva quanto aos costumes
mundanos. Em seis anos, somente uma vez me foi possível pregar sobre o
mundanismo e a necessidade do crente cuidar de sua aparência e traje, para nau
ser confundido com as pessoas do mundo. Segundo, a escolha pouco criteriosa dos
obreiros, por vezes mal preparados moral e doutrinariamente”.

As desavenças entre os dirigentes são outro fator que
provoca rupturas e novas fundações. As denominações que até nossos dias vão
surgindo têm cada vez mais características que as aproximam de seitas: são
pequenos grupos impressionados pela maldade do mundo, atribuída à ação
desencadeada de Satanás, daí serem apavorados e apavorantes, fortemente
proselitistas, agressivos em relação à Igreja Católica, pouco intelectualistas
e muito emocionais – o que propicia fácil difusão nos meios iletrados ou de
pouca cultura ou pouco senso critico.

 

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.