A História chega ao fim – EB

Revista: “PERGUNTE E RESPONDEREMOS”
D. Estevão Bettencourt, osb
Nº  495 –  Ano:  2003  – p. 432

A nossa revista tem noticiado a estória de um pretenso ossário, que muito agitou a opinião pública.

Com efeito, em janeiro 2003 PR noticiou a descoberta de um ossário perto de Jerusalém, que trazia a inscrição: Tiago, filho de José, irmão (ou parente) de Jesus” o que parecia insinuar que Maria teve muitos filhos, ao menos segundo a tradução divulgada pela imprensa.  Cf. PR 487/2003, pp. 2-6.

Em abril 2003, PR pôde noticiar que vários especialistas estavam questionando a autenticidade da famosa inscrição.  Cf. 490/2003, pp. 161-164.

Em PR 494 (agosto) 2003, p. 367, noticiamos que a falsidade do ossário foi unanimemente reconhecida por peritos israelenses.

Atualmente a estória ainda é mais clara e chega ao seu tempo final, vista a notícia publicada pelo jornal O ESTADO DE SÃO PAULO aos 23/07/03:

Preso em Israel falsificador do ossário de Tiago

A polícia israelense prendeu ontem, em Jerusalém, Oded Golan, sob a acusação de falsificar antiguidades  Golan ficou mundialmente famoso quando anunciou ter encontrado uma funerária com a inscrição “Tiago, irmão de Jesus”.  Ele foi levado ao tribunal, onde a polícia apresentou provas, como material utilizado para falsificar objetos ligados a Tiago e o Grande Templo.  Golan tentou vender o suposto ossário de Tiago a um colecionador francês no ano passado, o que despertou a suspeita das autoridades.  Golan deverá ficar detido por pelo menos quatro dias. (AP).

Não é sem razão que se diz que a religião pode ser utilizada como mercadoria fecunda em lucros monetários.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.