A Bíblia das Testemunhas de Jeová – EB (Parte 1)

Em síntese: A Bíblia das Testemunhas de Jeová, dita “Tradução do Novo Mundo”, apresenta distorções do texto sagrado devidas à intenção, dos tradutores, de adaptar o texto bíblico às concepções religiosas das Testemunhas. Verifica-se também certa oscilação na maneira de verter certas passagens, explicável pela insegurança das Testemunhas na formulação de sua mensagem.

* * *

As Testemunhas de Jeová (TJs) constituem um grupo religioso derivado do Adventismo protestante. Seu fundador, CharIes Russell, em 1874 predizia para 19t4 a vinda de Cristo acompanhado dos patriarcas Abraão Isaque, Jacó e dos profetas da fé… Como nada ocorreu naquele ano os sucessivos presidentes da Sociedade Torre de Vigia (Testemunhas de Jeová) foram adiando a data da segunda vinda de Jesus; a última foi o ano de 1975, no qual também nada se verificou do predito. Atualmente abstém-se de “profecias” em tal sentido.

O conjunto de doutrinas das Testemunhas tem oscilado, embora o Corpo Governante se diga inspirado por Jeová para transmitir a verdade. Em conseqüência, o próprio texto da Bíblia utilizado pelas TJs, ou seja, a tradução “do Novo Mundo”, terra sofrido retoques. Os tradutores tomaram a liberdade de alterar o sentido dos originais, a fim de os adaptar a seu modo de pensar. É o que torna a Bíblia das Testemunhas tendenciosa e pouco fidedigna, por mais que se apresente, em folha de rosto, como “tradução… mediante consulta constante ao antigo texto hebraico, aramaico e grego”.

Nas páginas seguintes, poremos em evidência algumas passagens em que o texto é deturpado para corresponder ao corpo de doutrinas das TJs.

1.  Os versículos distorcidos

1.1. Evangelho de João 1,1

O texto original grego é assim corretamente traduzido para o português tanto por católicos como por protestantes:

“No princípio era o Verbo (Logos), e o Verbo (Logos) estava com Deus, e 0 Verbo (Logos) era Deus”.

Na Tradução do Novo Mundo (TNM) lê-se:

“No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com o Deus. e a palavra era [um] Deus”.

Chama-nos a atenção o final: a Palavra era [um] Deus “. Que significam os colchetes? – A explicação se encontra no final da TNM (edição de 1986), onde se acha a tabela dos Livros da Bíblia; aí está dito”:

“[ ] os colchetes encerram palavras inseridas para completar o sentido em português”:

Isto quer dizer que os tradutores acrescentaram ao texto original palavras que Ihes pareciam esclarecer a Bíblia à luz das suas premissas doutrinárias.

E qual é a premissa doutrinária subjacente ao acréscimo de um em Jo 1,1?

As TJs dizem que Jesus é apenas uma criatura, a primeira criatura de Jeová. E o que se lê, por exemplo, no livro das TJs para crianças “Meu Livro de Histórias Bíblicas”

“O primeiro anjo feito por Deus foi muito especiaL Foi o primeiro Filho de Deus, e ele trabalhou depois com o Pai. Ajudou a Deus a fazer todas as OUTRAS COISAS, o sol, a lua, as estrelas e também nossa terra”.

A afirmação de que Jesus era um anjo ou um deus com d minúsculo 3o somente destoa de vinte séculos de Tradição cristã, mas pode sugerir politeísmo; deus com d minúsculo só ocorre na mitologia dos antigos povos.

Curioso, porém, é o fato de que em Jo 20,28 a profissão de Tome não foi alterada. Lê-se na TNM: “Meu Senhor e meu Deus!” e não “Meu Senhor e meu Deus!,” e   não “Meu Senhor e meu (um) deus!”,pois seria demasiado aberrante esta segunda fórmula.

Por causa.de tal premissa, outro texto sofre enxerto:

1.2. Colossenses 1,16s; ver João 1,3

Eis o que se lê nas traduções católicas e protestantes de CI 1, 16s:

“Nele foram criadas todas as coisas nos céus e ha terra, as visíveis ; invisíveis: Tronos, Soberanias, Principados, Autoridades, tudo foi criado ele e para ele. Ele é antes de tudo e tudo nele subsiste”.

A TNM apresenta o seguinte texto:

“Mediante ele foram criadas todas as [outras] coisas nos céus e na terra, as coisas visíveis e as coisas invisíveis, quer sejam tronos, quer senhorios, quer governos, quer autoridades. Todas as [outras] coisas foram criadas por intermédio dele e para ele. Também ele é antes de todas as [outras] coisas e todas as [outras] coisas vieram a existir por meio dele”.

Quatro vezes é acrescentada ao texto original a palavra “outras” para significar que o Verbo ou a Palavra de Jo 1,1 foi criado, criado em primeiro lugar.

LIII Jo 1,3 lê-se comumente:

“Tudo foi feito por ele (o Logos) e sem ele nada foi feito do que foi feito”.

Revista: “PERGUNTE E RESPONDEREMOS”
D. Estevão Bettencourt, osb
Nº 376, Ano 1993, p. 426/432

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.