A alegria que vem do Natal!

O Domingo Gaudete nos coloca na atmosfera da alegria em celebrar o tempo do advento, como preparação mais próxima para a celebração do Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A alegria e a oração devem ser as duas companhias indispensáveis para quem é cristão católico. São Paulo Apóstolo nos exorta à ALEGRIA: “Sede sempre alegres”. (1Ts 5,16-24). Essa alegria que Paulo nos conclama é a verdadeira alegria: primeiro da oração: “rezai sem cessar, dai graças”; seguida da abertura do coração aos apelos do Espírito e, como conseqüência, viver e testemunhar uma vida moral irrepreensível.

Como você entende ser alegre? O que é a alegria para você? A alegria das futilidades externas ou a autêntica alegria cristã? A alegria dos batizados não é uma atitude passageira de festas humanas,  mas um estado permanente, de quem confia que a vida cristã é uma caminhada ao encontro do Senhor que vem. A Alegria é um dos sinais da presença de Deus no coração de uma pessoa.

Se damos testemunho da Alegria que brota do nascimento de Jesus Cristo nós somos chamados, como São João Batista, o precursor, a dar testemunho de Cristo. Nós somos de Cristo, verdadeiramente, quando vivemos a Sua Palavra de Salvação, quando o testemunhamos em gestos concretos do nosso dia a dia. A verdadeira alegria está ligada a algo mais profundo, a oração, ao trabalho evangelizador, ao descanso. A felicidade verdadeira está vinculada à nossa relação com Deus; não é um estado de espírito passageiro, nem algo que obtemos com nossos esforços, mas é um dom, nasce do nosso autêntico e doce encontro com a pessoa viva de Jesus.

Por isso, como João Batista que testemunhou Jesus Cristo, quem encontrou o Deus Menino em sua vida, sente no coração uma serenidade e uma alegria que ninguém e nenhuma situação podem tirar. Que este estado de alegria cristã nos abra o espírito, neste advento, para bem celebrar o Natal.

***
Dom Eurico dos Santos Veloso
Arcebispo Emérito de Juiz de Fora – MG

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.