50 anos da coroação da imagem que inspirou São Pedro Poveda

Aberto o
Jubileu da paróquia de Nossa Senhora das Graças em Andaluzia

GUADIX,
segunda-feira, 8 de novembro de 2010 (ZENIT.org) – A paróquia de Nossa Senhora das Graças, em
Andaluzia, Espanha, vestiu-se de gala para celebrar os 50 anos da coroação de
sua padroeira.

Na
celebração, no sábado passado, o bispo de Guadix, Dom Ginés García Beltrán,
lembrou um dos santos nascidos neste lugar: São Pedro Poveda que, como
seminarista e jovem sacerdote, iniciou no vilarejo das covas de Guadix sua ação
evangelizadora e sócio-cultural.

Ao
relembrar a figura de São Pedro Poveda, o bispo ressaltou uma frase do fundador
da Instituição Teresiana: “Os homens e as mulheres de Deus são
inconfundíveis. Não se distinguem porque sejam brilhantes, nem porque
deslumbrem, nem por sua fortaleza humana, mas pelos frutos santos, por aquilo
que sentiam os apóstolos de Emaús quando caminhavam acompanhando Cristo ressuscitado,
a quem não conheciam, mas sentiam os efeitos de sua presença”.

Diante do
olhar da Mãe e do Filho, neste quadro simples que hoje veneram os peregrinos,
concebeu-se um plano evangelizador e sócio-educativo que continua dando frutos
na Igreja.

Na cerimônia
que se concluiu com a abertura da porta santa, a diretora da Instituição
Teresiana, hoje presente em trinta países, agradeceu a presença dos fiéis e a
carta pastoral do bispo de Guadix com motivo da festa jubilar.

O Jubileu
foi concedido depois do pedido do pároco, Manuel Amezcua, ao bispo de Guadix,
que referiu a solicitação ao Papa. Bento XVI concedeu a indulgência aos que
peregrinem a Guadix e passem pela porta da cova/igreja para venerar a Mãe de
Jesus, cheia de graça.

Diante da
atual paróquia, a Instituição Teresiana conserva a cova de onde São Pedro
Poveda idealizou, projetou, dirigiu e colocou em prática o plano de dar de
comer, proporcionar educação e evangelizar os habitantes desta parte da cidade,
começando pelos mais pobres.

Sua obra,
naqueles montes abandonados entre1894 e 1905, continuou no norte da Espanha. A
Instituição Teresiana, fundada em 1911 em Covadonga, Astúrias, foi seu
instrumento para levar a educação e a cultura cristãs a todo o país e, depois,
ao mundo.

A ação desta
associação de fiéis se concretiza em Guadix em cuidar dos lugares do legado
histórico de São Pedro Poveda, no centro de educação infantil e primária e no
centro sócio-cultural que promove atividades de formação integral para
mulheres, jovens e crianças, além do apoio pastoral na orientação familiar.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.