30 anos depois do atentado Cardeal recorda que a Virgem de Fátima salvou João Paulo II

Roma, 13 Mai. 11 / 04:48 pm (ACI) O Prefeito Emérito da
Congregação para as Causas dos Santos no Vaticano, Cardeal José Saraiva
Martins, recordou em entrevista concedida à agência do grupo ACI em
espanhol, a ACI Prensa, que a Virgem de Fátima, que a Igreja celebra
hoje, foi quem salvou o Papa João Paulo II no atentado que sofreu há 30
anos na Praça de São Pedro no dia 13 de maio de 1981.

“Todos recordamos com grande dor o dia 13 de maio de 1981, foi vivido
com um grande sentimento de dor, mas também com um grande sentimento de
gratidão à Virgem de Fátima que salvou a vida de João Paulo II, ele
estava totalmente convencido de que não morreu aquele dia graças à
proteção da Virgem de Fátima”, assegurou.

O Cardeal disse também à ACI Prensa que o Beato João Paulo II costumava
dizer “a Virgem de Fátima desviou a bala que devia me ferir”.

Por isso, em 1982, “um ano depois, no aniversário do atentado, o Papa
viajou a Fátima para dar a graças (à Virgem) por ter salvado a sua vida e
para oferecer-lhe aquela bala que devia tê-lo levado à morte”.

Sobre a data da beatificação de João Paulo II, o Cardeal assinalou:
“parece lógico, que a beatificação se produza no mês de maio mas por que
no 1º de maio? Eu digo que a beatificação de João Paulo II tinha que
ter lugar no dia do trabalhador porque João Paulo II antes de abraçar a
carreira eclesiástica foi um operário na pedreira”.

“A festividade de 1º de maio não foi só a beatificação de um Papa, mas
sim de um operário e por isso o Dia do Trabalho (e de São José Operário)
era o dia mais indicado para a beatificação do Papa Wojtyla, porque ele
foi um grande trabalhador, um grande operário”.

O Cardeal afirmou também na entrevista com a ACI Prensa que “é muito
importante celebrar a fé da Virgem de Fátima e também recordar e viver
aquelas importantes mensagens que esta Virgem branca trouxe não só a
Portugal, mas a todo mundo”.

“A Virgem é nossa mãe, que veio a Fátima para nos recordar alguns pontos do Evangelho muito importantes”, acrescentou.

O Prefeito Emérito comentou que celebra esta festa com muito carinho,
que reúne cada ano em seu santuário em Portugal entre 500 000 e 600 000
fiéis, porque “dizem que Fátima é o altar do mundo, mas eu digo que
também é a cátedra do mundo, porque a Virgem ensinou e continua
ensinando muitas verdades”.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.