29/3 – São Constantino

constantinoO santo de hoje, nos chama a atenção pela sua radicalidade na vivência do Evangelho, já que, de rei, nada comprometido com Jesus, passou a ser um santo sacerdote da Igreja de Cristo. São Constantino era rei de Cornualha, região da Inglaterra, casado com a filha do rei da Bretanha, até que abandonou os compromissos com a esposa e foi se aventurar nos conflitos armados. Semelhante a São Paulo, Constantino “caiu do cavalo” e converteu-se ao Cristianismo. Recebeu o Batismo e foi viver num mosteiro irlandês, com o firme propósito de santidade, ou seja, optou pela mais linda e profunda aventura humana e divina.

Empenhado na vida monástica, despertou-lhe o dom para o sacerdócio missionário, tanto que, juntamente a São Columba, saiu a evangelizar com grande ardor pela Inglaterra, onde chegaram a construir vários conventos para formar outros monges na missão. Constantino gastou toda sua vida para testemunhar o reino de Deus, até que foi atacado no ano de 598 por fanáticos pagãos que tiraram-lhe a vida, mas não a Vida Eterna.

São Constantino, rogai por nós!

Outros Santos do mesmo dia: Santos Jonas e Baraquísio, São Marcos de Aretusa, Santos Armogastes, Arquimimo e Saturo, Santos Gundeleu e Gúdula, São Bertolo, São Ludolfo, São Marcos de Aretusa, São Guilherme Tempier,  Beato Bertoldo, Beato Dimundes e Beato João Hambey.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.