28/3 – São Guntrano

sanguntranoA santidade não escolhe pessoa, nem posição social, mas entra no coração aberto que quer viver somente para Deus, servindo os irmãos. Por isso, neste dia, contemplamos a vida de São Guntrano que, tocado pela graça, converteu-se, tornando-se o santo deste dia. A vida de Guntrano começou agitada, tanto na moral como política, isto devido à experiência com três esposas, ora sem filho, ora vendo os herdeiros morrerem crianças e politicamente tendo que enfrentar semi-bárbaros na região. São Guntrano assumiu como herdeiro um sobrinho seu, e providencialmente assumiu também um vida nova ao converter-se a Jesus e Sua Igreja. Devoto da Igreja, rezava e usava da humildade e obediência aos conselhos dos bispos, para assim governar com retidão e santidade o seu povo. São Guntrano, com 68 anos partiu feliz para a Igreja Triunfante.

São Guntrano, rogai por nós!

Outros Santos do mesmo dia: São Tutilão, São José Sebastião Pelczar, Beata Joana Maria Mailé, Beato Cristóvão Warton, Beata Renata Maria Feillatreau, Beato Antonio Patrizzi, Beato Conone e Santa Gundelinda.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.