21/2 – São Pedro Damião

Pedro DamiãoO poeta Dante Alighieri coloca São Pedro Damião no céu de Saturno, no XXI canto do Paraíso. Um contemplativo. Põe na boca do santo um traço autobiográfico: a predileção pelas comidas simples e pela vida contemplativa.

Segundo Dante, são Pedro Damião ataca o luxo dos cardeais. Os apóstolos Pedro e Paulo andavam percorrendo o mundo para evangelizar. Eram magros e andavam descalços. São Pedro Damião é chamado pelo papa para castigar as chagas eclesiásticas da época: a simonia e a imoralidade do clero.

Nosso santo nasceu em Ravena em 1007. Logo órfão de pai, último da fila de numerosos irmãos, foi criado pelos irmãos. O irmão mais velho se chamava Damião. Depois que estudou em Ravena, Faenza e Pádua e depois de ter ensinado em Parma, ingressou no mosteiro camaldulense de Fonte Avelana, na Úmbria, que se tornou o centro de suas atividades reformadoras. Mas a Igreja, dilacerada pela doença da simonia, que gerava as discórdias e cismas, venda dos cargos eclesiásticos e questões do celibato, tinha necessidade de homens cultos e austeros como Pedro Damião.

Qual novo Jerônimo esteve ao lado de seis papas, como viajante da paz, e em particular colaborou com Hildebrando, o grande reformador que teve o nome de Gregório VII. Pedro Damião após várias peregrinações à cidade de Milão, à França e à Alemanha, recebeu a dignidade cardinalícia e a diocese de Ostia. Já velho, foi chamado a Raverna para recompor a questão do antipapa. Morreu em 1072, em Faenza, quando voltava de uma missão de paz. Foi logo venerado como santo.

Oficialmente só em 1828 o papa Leão XII o reconheceu como santo e o proclamou também doutor da Igreja por seus numerosos escritos teológicos.

Outros Santos do mesmo dia: São Severiano, São Germano de Granfel , São Jorge De Amástrides, São Roberto Southwell, Beato Noel Pinot, Beato Tomás Pormot, Beata Maria, Henriqueta Dominici e Beato Pepino de Landen.

Compartilhe!

    Sobre Prof. Felipe Aquino

    O Prof. Felipe Aquino é doutor em Engenharia Mecânica pela UNESP e mestre na mesma área pela UNIFEI. Foi diretor geral da FAENQUIL (atual EEL-USP) durante 20 anos e atualmente é Professor de História da Igreja do “Instituto de Teologia Bento XVI” da Diocese de Lorena e da Canção Nova. Cavaleiro da Ordem de São Gregório Magno, título concedido pelo Papa Bento XVI, em 06/02/2012. Foi casado durante 40 anos e é pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova.
    Adicionar a favoritos link permanente.